sábado, 27 de outubro de 2012

Cylene Dalegrave apresenta nossa exposição Ao Belchior.






Artistas Cylene Dallegrave, EdaLani  Fabris, Lília Manfroi, Mabel Fontana e Marcos Sanches e a artista convidada Maria Tomaselli expõem na AJURIS. Escola Superior de Magistrado. De 26/10 até 20 de dezembro de 2012.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Convite

CONVITE
Dia 25 de outubro, às 20h, na Pinacoteca da Ajuris – Rua Celeste Gobatto, 229, convidamos para a abertura da instalação de gravuras Ao Belchior, que reúne obras de Cylene Dallegrave, Eda Lani Fabris, Lília Manfroi, Mabel Fontana, Marcos Sanches e a artista convidada Maria Tomaselli. A exposição homenageia a conhecida loja homônima que funcionou em Porto Alegre desde a década de 30 até a de

 80, reunindo os mais variados objetos novos e usados.

Em 2008, os artistas, oriundos do grupo Aflecha, ilustraram o conto Ideias de Canário, de Machado de Assis, que descreve uma loja de belchior. A referência do autor à palavra, já em desuso na língua portuguesa (hoje encontra-se com mais frequência o termo brique) e a lembrança do pitoresco estabelecimento porto-alegrense, chamou a atenção dos gravadores. Ao aceitar o convite da Pinacoteca da Ajuris para a realização de uma mostra de gravuras, a inspiração vintage, despertada por essas coincidências, veio à tona.

Graças ao apoio do antiquário e casa de leilões Ponto de Arte, a ambientação da sala de exposição recupera o estilo antigo, como convém à proposta. A diversidade dos pequenos objetos fica por conta das gravuras, apresentadas em molduras antigas ou novas, de muitas formas e tamanhos, obtidas e “envelhecidas” pelos próprios artistas ou garimpadas em feiras de antiguidades.

O registro do passo a passo da exposição, bem como o conto de Machado de Assis, a história da verdadeira loja Ao Belchior, os encontros no atelier, as gravuras, seus preços e outras curiosidades podem ser encontrados no blog. O período de visitação irá de 25 de outubro a 20 de dezembro, de segundas a sextas-feiras, das 7h30min às 22h30 min e aos sábados das 7h30min às 12h. Nos domingos e feriados a Pinacoteca da Ajuris estará fechada.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Recepção à crítica literária Dulcinea Santos

Virgínia, Dulcinea, Neura, Cláudia, Berenice e Lília no Sítio Îtininga dos Telles da Silva em Maquiné. Passamos um dia maravilhoso lá. Além da beleza de cada recanto onde se observa a mão e o gosto de Glória e Luiz-Olyntho a conversa amiga sobre literatura e arte rolou fácil.
Ah! e muitas fotos com a querida crítica literária Dulcinea dos Santos que veio de Recife para participar do painel sobre João Simões Lopes Neto, presidido pelo anfitrião e participação de Ana Mottin, Virgínia Helena Vianna Rocha e Waldomiro Manfroi.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

No sarau de ontem, dia 13, homenageando Simões Lopes Neto.


Nas fotos, feitas por Michelle Hernandes, no Instituto NT de Cinema e Cultura, Virgínia Vianna Rocha, Renato de Mattos Motta e Cristina Macedo.





segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Redemoinho de ideias sobre Contos Gauchescos de Simões Lopes Neto - Lília Manfroi


Quando compus estas gravuras em metal, fiquei de  rédea no chão, parecia que o Blau me assoprava e empurrava minha com o buril contra o metal. Tanto foi assim que no término das ditas cujas, eu tive que ler novamente os Contos Gauchescod do Simões Lopes Neto para pesquisar de onde vinham estas ideias.
Foi assim que notei que a 1ª gravura da esquerda para a direita, em cima, é o No Manantial, depois Trezentas Onças. As ideias aí andavam embaralhadas, bem assim como saiu na gravura.

A seguir:No Chasque do Imperador  a nhã Tuca fala para o Imperador: "Seu imperador, na volta, venha pousar no rancho da nhã Tuca;é de gente pobre, mas tudo limpinho com a graça de Deus... E sempre há de haver uma terneira gorda para costilhar!... Passar bem, Deus os leve e Deus os traga!...
Depois veio Duelo de Farrapos. Eu me perguntava, de onde saiu esta mulher sensual de perna de fora?  Foi então que achei esta passagem: " Agora veja vancê se não foi mesmo o fungu daquela tal dona - emissária de um dos dois castelhanos - que veio transtornar tanta amizade dos farrapos?...
A outra gravura, vi logo que era a Maria Altina afogada No Manantial.

E por fim a gravura que me saiu assim, num redemoinho de ideias, uns homens enfileirados que olhavam para estranhas carrancas, seria medo da guerra?
Blau conta assim: "Daí a pouco, de em frente, das casas, veio saindo uma gentama, muito em ordem de a dois, de a três.
Posted by Picasa

domingo, 9 de setembro de 2012

Fortuna Crítica de Simões Lopes Neto

“Simões Lopes Neto não foi um grande escritor  por ser regionalista,  mas apesar de o ser.” Flávio Loureiro Chaves.